O LÍDER

LÍDER é aquele que determina " OS QUES " de uma organização ou país .

Quando um país ou organização não tem quem determine os seus " QUES ", não tem líder ...mas pode ter um bom GESTOR do status !...

O problema é que em tempos de turbulência e mudança, como o actual, não ter quem defina O QUE deve ser feito, mais do que estagnar é retroceder ! ...

O CARACTER DE UM LÍDER

O carácter de um líder é a chave para uma boa liderança.
Investigações realizadas pela Universidade de Harvard indicam que 85 % da performace, em liderança, depende do carácter pessoal do líder.

A INTEGRIDADE DE UM LÍDER

Enquanto líder e modelo de referência, numa organização, a INTEGRIDADE duma pessoa pode ser medida pela importância que atribui às consequências, das suas acções, a longo prazo e pela análise que faz da qualidade dos benefício resultantes da sua determinação e empenho .

Paul Meyer


domingo, 2 de Janeiro de 2011

LIDERANÇA versus GESTÃO

Por mais estranho que possa parecer, continuamos a observar, no mercado de trabalho, grande confusão entre as funções de Liderança e Gestão, quer ao nível das organizações empresariais, governamentais ou simplesmente de voluntariado.

E, não raro, aparecem-nos também alguns “ achadores “ ou “opinimakers “ a pretender esclarecer que a liderança é uma forma superior de gestão, fazendo os gestores aparecerem como pessoas insípidas , fastidiosas e fora das coisas importantes das organizações, enquanto os líderes surgem como figuras inspiradas e criativas.

Há muito que me interrogo sobre o porquê de existirem, nas nossas universidades e politécnicos tantos cursos de gestão e não conseguir descobrir onde se faz a preparação dos futuros líderes de Portugal.


Completamente errado !

De facto é fundamental, para as organizações, ver a gestão e a liderança como parte de um mesmo processo de relacionamento ainda que, muitas vezes, operem com focos diferentes e até em conflito criativo, são interdependentes e complementares.

John Kotter, sugere que Gestão pode ser compreendida como um relacionamento direccionado a produzir previsões, ordem, método e disciplina. Resolver problemas !
Enquanto liderança deve estar direccionada para a produção de mudanças.Tomada de decisão: O que deve ser mudado !

Para melhor se entender o que, em cima se afirma, descrevemos a seguir as principais diferenças de foco na acção, para as funções de Liderança e Gestão, conforme a experiência tem ensinado.

Assim:

GESTÃO: Foca-se na capacidade e acção do desempenho da organização, sua performance, para alcançar as metas/objectivos acordados com a estrutura.




- Planear o trabalho a desenvolver pelas várias áreas / sectores da
organização
- Organizar os recursos e sua optimização.
- Controlar e acompanhar resultados, análise de constrangimentos e acção.
- Coordenar tarefas
- Dirigir na direcção das metas e objectivos acordados
- Gerir o tempo disponível para acção
- Controlo logístico orçamental e financeiro
- Tomar decisão onde se colocar um constrangimento
- Resolver problemas e conflitos de forma atempada e eficaz.

As primeiras cinco tarefas enunciadas constituem as funções chaves de qualquer processo de gestão / gestor, independentemente da dimensão da organização que tiver para gerir. As restantes tanto se podem aplicar à gestão como à liderança

Convém aqui lembrar, que desde meados do 80 do século XX, muitas organizações, nomeadamente nos estados unidos e países nórdicos, passaram a considerar que as pessoas não devem ser geridas, mas sim lideradas, o que deu origem a algumas expressões interessantes como a seguinte:

“I don’t like to be managed. But if you lead me. I’ll follow you anywhere “


LIDERANÇA: Foca-se essencialmente nas pessoas, na forma como elas podem ser motivadas a alcançar os objectivos pretendidos pela organização e no processo de mudança

Tarefas:

- Visão sobre o negócio, posicionamento da organização, desafios e oportunidades
de mudança.
- Inspiração, O líder não decide só com dados, também por intuição!
- Presuação. O líder desenvolve confiança e isso dá retorno !
- Motivação. O líder dá o exemplo e isso motiva os liderados !
- Relacionamento. O líder estabelece relações naturais e sem constrangimentos com os
liderados.
- Trabalho em equipa. O líder conhece o que é trabalhar em equipa, tipos e níveis
de delegação e responsabilidades.
- O líder sabe escutar os liderados.
- O líder preocupa-se com a melhoria de competências dos liderados. Facilita-lhes
formação adequada.
- O líder é conselheiro, Coach, e Mentor

CONCLUSÃO:

Quando estamos confrontados com um mundo em permanente turbolência, de ideias, valores e negócios, como o actual, pouco adianta ficarmos a um canto e lamentar o que se está a passar. A atitude mais positiva, de qualquer responsável, é olhar esse mundo de frente e perceber que tem hoje de ser capaz de jogar qualquer um dos dois jogos sejam eles da gestão ou da liderança. De facto um Gestor que não é capar de gerir a sua organização estará a provocar a sua morte, tão rapidamente como o líder que não lidera.

Numa época de crise, como a actual, consideramos importante que haja contribuições para aqueles que procuram lutar e acreditam que também é nos momentos de dificuldade que emergem boas oportunidades para novas ideias e negócios. Nós acreditamos nisto e por isso aqui vamos deixando, modestamente, a nossa contribuição.

Sem comentários:

Enviar um comentário